Querido Diário

"Tarde demais o conheci, por fim; cedo demais, sem conhecê-lo, amei-o." (William Shakespeare)

18:03





Todos ou a maioria já devem ter sofrido por amor, aliás, o sofrimento é a causa ou consequência de muitas poesias, poemas e inspira, mesmo que de forma negativa, a dar valor aos momentos de carinho e paz que queremos naquele momento.
Eu sofri durante muito tempo, mas como todo sofrimento, um dia ele acaba. Sinto dentro de mim que abdiquei de um certo conforto, uma zona de conforto que estava durante algum tempo, para desbravar esse oceano de emoções que é viver.
Estava amargurada, como havia comentado aqui no blog, uma desilusão nada comum havia entrado em meu coração e destruído não por completo, mas quase totalmente, as pequenas emoções que ele ainda sentia.
Juntando pequenos pedaços, resolvi tralhar em um projeto de trabalho que havia feito parceria com um amigo e mais um sócio. De vez em quando saía com pessoas que não me acrescentavam muito, que me iludiam, que eu iludia, enfim, eu não estava preparada para nada mesmo.
Até que para afastar o tédio e a solidão, resolvi entrar e participar ativamente de um grupo de humor no facebook chamado Capinaremos 2.0.
Lá conheci pessoas, me distraí diversas vezes e pude esquecer um pouco aquela frieza que era a vida na quele momento. Resolvi então, fazer um encontro, reunindo aquelas pessoas legais que só conhecia pela internet. Mas não podia fazer logo de primeira sem falar com alguém veterano daquele grupo para que chamasse os outros mais antigos.
Resolvi, chamar um "famosinho" mas antes de qualquer stalqueada, percebi que a foto do perfil deste cara, tinha uma menina ao fundo, uma menina ruiva, com uma sorriso muito lindo.
"Ok Aline, é melhor não se meter em confusão, não fale muito com ele, pq ela pode não gostar"
Após tomar essa séria decisão, não consegui prolongar muito papo com ele e acabei até ignorando muitas vezes o indivíduo.
Sexta-Feira chegou, meu melhor amigo de bebedeira não queria beber nesse dia, era dezembro, dia 11. Telefone toca e recebo uma mensagem petulante do tal famosinho, com um rompante de quem estava com razão e tirando satisfações do pq de eu não estar falando com ele direito e um sonoro "blz então".
Eu estava afim de sair, meu filho estava na casa do pai e o tédio me consumia. Mas estava calor, estava toda suada e precisava comprar outra blusa, não poderia ir encontrar alguém, mesmo que um novo amigo daquela maneira.
Mas antes aquela stalqueada básica no perfil do facebook e olha só... aquela não era namorada, era amiga! Hummmmmm
Respondo para o famosinho: "Vamos sair para beber hoje?"
Ele diz nervoso: "Vamos sim, beber sim"
HAhAHAHAH
(Continua...)



You Might Also Like

0 comentários

"Muitas pessoas perdem
as pequenas alegrias enquanto
aguardam a grande felicidade."

(Pearl S. Buck)

Obrigado por Comentar!

Twitter

Instagram